Dúvidas mais frequentes

#SeleçãoPPGCom2019

 

1. Quantas páginas deve ter meu Plano de Pesquisa?

São até 8 (oito) páginas que começam a ser contadas a partir do Corpo do Plano de Pesquisa: da delimitação do tema até as referências bibliográficas. Nessa contagem, não entra a identificação do Plano. Lembrando que não há um número mínimo de laudas, mas é importante ressaltar que cada item do plano precisa estar bem desenvolvido e embasado.

 

2. Como deve ser meu Plano de Pesquisa? Qual modelo seguir?

Tu podes encontrar o modelo para o Plano de Pesquisa no Anexo I do edital. O documento deve iniciar com a identificação, ou seja, com seu número de RG, título do Plano, linha de pesquisa escolhida, resumo com até 200 palavras e três palavras-chave para a pesquisa. Em seguida, vem o Corpo do Plano que deve conter, nesta ordem: a delimitação do tema; o problema de pesquisa; a justificativa e fundamentação teórica; evidências de interesse para o Programa e para a Linha de Pesquisa escolhida; objetivos da pesquisa; procedimentos metodológicos que serão adotados e, por fim, as referências bibliográficas.

 

3. Eu trabalho e pretendo continuar trabalhando se ingressar no mestrado. O que devo fazer?

O mestrado exige dedicação e disponibilidade, mas isso não te impede de trabalhar, caso não tenhas bolsa. Mas, para ficar claro que terás disponibilidade para as atividades discentes, pedimos que envies uma carta de concordância do empregador, destinada à Comissão do Processo Seletivo. A carta deve ser assinada pelo empregador e deve atestar concordância em liberar o candidato para participar das atividades do programa em caso de aprovação. A carta pode ser assinada manualmente e digitalizada, ou com assinatura digital.

 

4. E a minha Carta de Comprometimento? Pra que serve? O que deve conter?

Quando se ingressa no mestrado, é preciso dedicar tempo para aulas, estudos, grupo de pesquisa, eventos e outras atividades do Programa. Por isso, pedimos uma Carta de Comprometimento do candidato, informando disponibilidade e interesse em priorizar essas atividades. Essa carta deve ser feita pelo candidato e destinada à Coordenação do Programa, podendo ser assinada manualmente e digitalizada, ou com assinatura digital.

 

5. Não moro em Belém. Como devo comprovar que estou disponível para as atividades do mestrado?

Se tu não resides na capital paraense, deves estar ciente de que as atividades do programa são realizadas em Belém. Então, é só deixar claro que estás totalmente disponível para participar dos compromissos do mestrado. Tu podes manifestar isso na Carta de Comprometimento: é só acrescentar que mesmo residindo fora da cidade, tens disponibilidade total e presencial para as aulas, orientações, reuniões, etc.

  

6. Como devo atestar proficiência em idioma?

Se tu já tens certificado em inglês, espanhol ou francês, como também graduação nesses idiomas ou em alemão, é só anexar o certificado ao documento único da inscrição. Se fores estrangeiro, precisas comprovar habilidade em português. Lembrando que só são válidos os certificados listados no edital e que nesta seleção o PPGCom não está ofertando Exame de Uso Instrumental de Língua Estrangeira na Área da Comunicação. Agora, se tu ainda não tens a comprovação, é só anexar uma declaração se comprometendo a entregar o certificado de Proficiência em até um ano após a matrícula, caso sejas aprovado.

 

7. De que forma devo anexar meus documentos na plataforma de inscrição?

Todos os documentos exigidos pelo edital devem estar agrupados em um só arquivo, formato PDF. É necessário seguir a ordem apontada no edital na hora de organizar os documentos.

 

8. Estou no último semestre, mas ainda não me formei. Posso me inscrever na seleção?

Sim, podes. É só inserir no arquivo em formato PDF que será anexado na plataforma de inscrição uma declaração de provável formando fornecida pela instituição de ensino onde estudas. Se fores aprovado no processo seletivo, deves entregar, antes da primeira matrícula, atestado de conclusão de curso superior ou diploma de graduação ou de formação tecnológica em curso de nível superior.

 

9. Devo anexar uma cópia do meu Currículo Lattes no arquivo único da inscrição?

Não, ainda não é a hora. O Currículo Lattes só será entregue na 4° fase do processo. Os candidatos que passarem para essa fase devem apresentar duas cópias do Currículo Lattes, sendo uma delas acompanhada dos documentos comprobatórios devidamente autenticados em cartório ou reconhecidos pela Secretaria do Programa, na ordem do Formulário de Avaliação do Lattes, disponível no Anexo III do edital. Ah, esse formulário também precisa ser entregue devidamente preenchido pelo candidato

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now